Tentativa de travar Receita cheira a pilantragem

[dt_gap height=”30″ /]

Incluída na pauta de votações da Câmara repentinamente, a proposta que proíbe auditores fiscais de repassar para o Ministério Público indícios de crimes como lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção é reincidente e indecorosa. É reincidente porque os parlamentares já haviam tentado aprovar a novidade como carona na medida provisória editada por Jair Bolsonaro para reestruturar a Esplanada dos Ministérios.

É indecorosa porque é uma manobra tão inqualificável que ficou muito fácil de qualificar: Pilantragem. (assista ao comentário abaixo).

[dt_gap height=”20″ /]

 

[dt_gap height=”60″ /]

Fonte:https://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2019/09/18/tentativa-de-travar-receita-cheira-a-pilantragem/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Fale conosco!
Powered by
X