TEMER RETALIA SINDICATOS E DEFENDE FIM DO IMPOSTO SINDICAL

Diante das duras críticas dos sindicatos ao projeto de terceirização irrestrita aprovado pelo Congresso, Michel Temer decidiu dar o troco e apoiar o fim do imposto sindical; A medida será incluída no texto da Reforma Trabalhista em discussão na Câmara e conta com o apoio de parte da bancada governista; o fim da contribuição sindical pode ser definido por meio de projeto de lei, bastando os votos da maioria dos presentes para derrubar a obrigatoriedade da cobrança.

 Inconformado com as críticas de sindicatos ao projeto de terceirização irrestrita aprovado pelo Congresso, Michel Temer decidiu dar o troco e apoiar o fim do imposto sindical.

A medida será incluída no texto da Reforma Trabalhista em discussão na Câmara e conta com o apoio de parte da bancada governista.

As informações são da Coluna do Estadão.

“Nos últimos cinco anos, sindicatos patronais e de trabalhadores amealharam R$ 15 bilhões com o desconto obrigatório de um dia de serviço.

O fim da contribuição sindical pode ser definido por meio de projeto de lei, bastando os votos da maioria dos presentes para derrubar a obrigatoriedade da cobrança.”

 

Open chat
Fale conosco!
X