Servidores vão promover mobilização na Câmara em 11 de março

O Fonacate (Fórum das Carreiras Típicas de Estado), no qual a ANFIP ocupa a Vice-presidência, e o Mosap (Movimento dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas) vão promover um ato público na Câmara dos Deputados, em 11 de março, para chamar a atenção dos deputados para temas defendidos pelas entidades. Os detalhes do evento, marcado para 9h no Auditório Nereu Ramos, foram discutidos em reunião preparatória nesta quarta-feira (11), em Brasília, com a presença da presidente da ANFIP, Margarida Lopes de Araújo, e dos vice-presidentes Vanderley José Maçaneiro (Assuntos Fiscais) e Floriano Martins de Sá Neto (Assuntos Parlamentares).

“Fazer um trabalho parlamentar forte logo no início desta legislatura é importantíssimo, já que há pelo menos 200 novos deputados. Eles precisam conhecer as nossas pautas”, justificou Margarida Lopes de Araújo. Em 11 de março, pela manhã, as entidades vão ouvir os parlamentares no Nereu Ramos e, à tarde, os integrantes do ato farão visitas diretamente nos gabinetes e corpo a corpo no Salão Verde da Câmara. A Cobap (Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos) vai ser convidada para integrar a mobilização.

Entre os temas defendidos pela ANFIP e demais representações estão a aprovação da PEC 555/2006 (fim da contribuição previdenciária de servidores aposentados e de pensionistas) e do Projeto de Lei 4434/2008 (reajuste das aposentadorias do INSS) e a rejeição das medidas provisórias 664/2014 e 665/2014, que restringem o acesso a direitos trabalhistas como pensão por morte e seguro-desemprego. A ANFIP já divulgou Nota de Repúdio, junto com outras entidades, às duas MPs. O texto (recorde aqui) considera estranho o fato de um governo dito democrático optar pelo instituto da medida provisória para estabelecer alterações tão significativas, que afetam diretamente a vida de milhões de brasileiros.

Fonte: Anfip

Open chat
Fale conosco!
X