Servidores fazem mobilização em frente ao Planejamento nesta quarta-feira

Esta semana será marcada por novas ações de pressão que buscam avanços nos processos de negociação com o governo. Com diálogo estagnado e sem respostas oficiais para a pauta de reivindicações unificadas da campanha salarial 2014, entidades que compõem o Fórum em Defesa dos Servidores e Serviços Públicos voltam a promover um ato em frente ao Bloco K do Ministério do Planejamento amanhã (19), a partir das 9 horas. A ANFIP participará do ato, juntamente com as entidades que integram a UCE (União das Carreiras de Estado).

No início de fevereiro um ato marcou o lançamento da campanha salarial. Na ocasião o Planejamento se comprometeu a apresentar resposta formal à pauta dos servidores federais antes do feriado de carnaval, o que não ocorreu. Com uma série de acordos pendentes e em busca do atendimento de demandas urgentes, a greve geral por tempo indeterminado não está descartada pelos servidores.

A expectativa é de que as ações de pressão consigam reabrir o processo de diálogo com o governo que não vê avanços significativos desde 2012, isso apesar de uma série de termos de acordo que garantem a continuidade das negociações em temas importantes para a categoria. Entre as bandeiras de luta dos servidores também estão a busca pela antecipação de parcela de reajuste negociada para janeiro de 2015 e reajuste em benefícios como auxílio-alimentação. Essas demandas estão baseadas em estudos feitos pela subseção do Dieese na Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) que apontam que a inflação consolidada e divulgada pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) levou embora o poder de compra dos servidores.

É importante reforçar a mobilização e unidade entre os servidores em torno de sua pauta emergencial de reivindicações. A pressão será o diferencial para que a categoria consiga os avanços esperados no atendimento de suas principais demandas.

Fonte: ANFIP

Open chat
Fale conosco!
X