Previdência: eleições podem atrapalhar reforma em fevereiro

TER, 23/01/2018 – 10:16
Governo trabalha para aprovar reforma ainda no próximo mês, mas preocupação da base pode jogar decisão para novembro, após as eleições (Foto: Agência Brasil) 
temer_foto_de_valter_campanato_agencia_brasil.jpeg
Jornal GGN – Uma das grandes dificuldades do governo Temer para conseguir aprovar a reforma da Previdência em fevereiro é o período eleitoral. Parlamentares da base governista salientaram diversas vezes que temem a reação do seu eleitorado caso votem em favor do texto encaminhado pelo Planalto.
Segundo informações divulgadas pela folha nesta segunda (22) caso não consiga passar a reforma em fevereiro, o governo trabalha com o plano B que é votar em novembro, após o resultado das eleições de 2018 isso porque, pela lógica, nem todos os parlamentares vão conseguir se reeleger. Dados do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, por exemplo, mostram que nas últimas cinco eleições a renovação média da Câmara dos Deputados foi cerca de 45%.

Fonte:   GNN

Open chat
Fale conosco!
Powered by
X