PEC 555/2006: ANFIP amplia mobilização a partir de novembro

O presidente da ANFIP, Álvaro Sólon de França, discutiu hoje (18) com o deputado Amauri Teixeira (PT-BA), na Câmara, a ampliação da mobilização para garantir a votação da PEC 555/2006, que acaba com a taxação previdenciária dos servidores públicos aposentados. Teixeira é vice-líder do PT na Casa e também auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil, associado à ANFIP.

A PEC 555 está pronta para ser votada no plenário da Câmara, mas o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), já declarou à ANFIP que a proposta só deve entrar na Ordem do Dia quando o maior número possível de parlamentares tiver assinado requerimentos pedindo a votação.

A ANFIP está mobilizada para pedir a assinatura dos deputados e deputadas aos requerimentos. Para reforçar a estratégia, a Entidade vai adotar a ação regional a partir de novembro, quando o processo eleitoral estará concluído nos municípios e as atividades voltarão à normalidade no Congresso Nacional.

A Entidade vai convocar associados de cada uma das cinco regiões do país para vir a Brasília cobrar dos deputados das respectivas localidades a assinatura dos requerimentos de urgência para a 555. A prioridade será para associados que sejam convencionais aposentados.

O presidente Álvaro Sólon enfatiza que é hora de agir: “Só vamos conseguir a vitória na PEC 555 com a mobilização de todos e de todas. A votação desta PEC não é uma questão econômica, não é uma questão jurídica. A votação da PEC 555 é uma questão política, então, temos todos de pressionar democraticamente os parlamentares para garantir a votação”.

Para saber quais os parlamentares ainda não assinaram os pedidos de urgência e conferir as formas de contatos com eles, clique aqui. Todos devem enviar mensagens aos deputados pedindo a votação da PEC 555. Participe!

Fonte: Agafisp

Open chat
Fale conosco!
X