Número de trabalhadores beneficiados pelo PPE ultrapassa 54,5 mil

04/03/2016 – 14:08:00

O ministro do Trabalho e Previdência, Miguel Rossetto, comentou hoje a adesão de duas empresas ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE) esta semana. “Mais 1.663 trabalhadores têm seus empregos preservados”, declarou.

Com as adesões, o número de trabalhadores beneficiados pelo programa do governo federal chega a 54.539. As novas empresas são do setor fabril de Curitiba, capital do Paraná, e Botucatu, no interior de São Paulo.

Desde que o PPE foi lançado, em julho de 2015, 83 empresas (confira aqui) assinaram termos de adesão ao

programa. A quantidade de empregos ultrapassa a expectativa do Ministério do Trabalho e Previdência. “O

programa está cumprindo seu objetivo, manter empregos num momento transitório de dificuldades”, salienta o

ministro Miguel Rossetto.

O programa permite a redução na jornada de trabalho e de salários dos empregados. E a redução de salário é sempre menor do que a de jornada, já que 50% da perda salarial é ressarcida pelo governo federal (com limite de até 65% do valor do maior benefício do seguro-desemprego). Além disso, é mantido o recolhimento dos encargos sociais, impostos e fundo de garantia.

O recurso do governo é proveniente do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o mesmo que é usado no pagamento de seguro-desemprego. Desde a criação, o PPE transferiu aos trabalhadores quase R$ 152,1 milhões. As empresas podem aderir ao PPE até 31 de dezembro de 2016.

Fonte: Previdência Total

Open chat
Fale conosco!
Powered by
X