Governo não tem proposta pronta para reforma da Previdência, diz ministro

17/02/2016 – 16:04:00

O governo não tem nenhuma proposta pronta para a reforma da Previdência Social, afirmou nesta quarta-feira (17) o ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini. Segundo ele, que falou durante a abertura do fórum da Previdência Social em Brasília, essa é uma mensagem da presidente Dilma Rousseff.

“A presidenta pediu que transmitíssemos essa mensagem. Que possamos fazer um debate maduro e que não há, da parte do governo, nenhum prato feito, nenhuma proposta a priori. O que há é o conjunto de visões e o que devemos é tratar do assunto com maturidade para chegar a um resultado positivo”, disse ele.

Ainda de acordo com Berzoini, também é preciso pensar que este diálogo terá repercussão nos sindicatos, na imprensa, na sociedade. “Para termos uma Previdência sustentável e uma economia forte e pujante, para gerar economia e renda”, acrescentou.

O fórum da Previdência Social é composto por representantes do governo, dos trabalhadores (centrais sindicais), dos aposentados e dos empregadores.

Em seu discurso, o ministro disse que o Brasil vive um momento de “reorientação” das estratégias empresariais, dos trabalhadores, do mercado de trabalho e do comércio exterior em função da “forte mudança cambial”. No ano passado, o dólar subiu quase 50% no que foi a maior disparada em 13 anos.

saiba mais

O ministro da Secretaria de Governo disse também que a atual estratégia monetária do país coloca um desafio sobre como “financiar o consumo” da população.

“Nós ganhamos, nos últimos anos, dezenas de milhões de empregos e hoje vivemos uma situação no mercado de trabalho que é delicada. Como fazer, do ponto de vista do diálogo, para criar as condições ipara retomar o crclo de crescimento econômico? Nós temos de ser capazes de voltar a gerar emprego e não gerar desemprego”, declarou ele.

Reforma

No mês passado, a presidente Dilma avaliou que o país precisaria encarar uma reforma da Previdência Social. Ela observou, na ocasião, que os brasileiros estão envelhecendo mais e, por isso, disse que não seria mais possível que a idade média de aposentadoria no país permanecesse sendo de 55 anos.

Diante da forte deterioração das contas da Previdência Social neste ano e a previsão elas continuarão a piorar no futuro, a expectativa do governo é encaminhar ao Congresso nos próximos meses uma proposta de reforma das regras previdenciárias. Com agências.

Fonte: Previdência Total

Open chat
Fale conosco!
X