Frente Parlamentar: Defesa dos servidores ganha força no Congresso Nacional

A ANFIP e a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), em conjunto com a Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, e dezenas de outras entidades associativas e sindicais, lançaram nesta terça-feira (13) a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, no auditório Petrônio Portela, no Senado. O colegiado conta com apoio de centenas de parlamentares e é coordenado pelo senador Paulo Paim (PT/RS) e pela deputada Alice Portugal (PCdoB/BA).

Em seu pronunciamento, o presidente da ANFIP, Vilson Antonio Romero, enfatizou a importância da Frente que congrega as representações dos servidores públicos. Ressaltou que os governantes sempre falam em reformas, mas os resultados nunca são positivos para a população. “Todos os governos têm iniciado com medidas de reformas nas áreas trabalhista, fiscal, tributária e previdenciária, e em nenhum momento estas reformas melhoram a vida do contribuinte, do trabalhador do campo ou da cidade, do servidor público, do aposentado. Todas elas são restritivas e penalizam a sociedade como um todo”, lamentou.

No mesmo sentido, o senador Paulo Paim criticou as várias tentativas de retirar ou reduzir direitos. “Nossos direitos foram frutos de muita luta e trabalho. Retirar direitos, retardar a aposentadoria e aumentar a jornada de trabalho não gera emprego. Eles [o governo] estão na contramão. Estaremos entrincheirados nessa Frente em defesa dos servidores”, ressaltou Paim, acrescentando que o debate da Frente Parlamentar será levado para os estados.

Para o deputado Wellington Prado (PMB/MG), é preciso combater os retrocessos. “Não é justo nem correto o governo jogar todos os problemas do país nas costas dos servidores. Há várias formas de aumentar a arrecadação, que é combater a sonegação, aumentar a fiscalização e taxando grandes fortunas”, disse o parlamentar.

O presidente da CSPB, João Domingos Gomes dos Santos, que também está à frente do movimento, comemorou a grande participação no evento. “Hoje estamos inaugurando um novo momento na luta dos trabalhadores brasileiros. Temos que seguir unidos nessa luta”, sugeriu.

A Frente Parlamentar reúne, além de senadores e deputados federais, centrais sindicais e entidades associativas e sindicais que representam diversas carreiras do funcionalismo, que vão atuar de forma articulada contra projetos que prejudiquem o servidor e o serviço público.

Também participaram do lançamento a presidente da Fundação ANFIP, Maria Inez Rezende dos Santos Maranhão, o presidente do Instituto Mosap, Edison Guilherme Haubert, e vários dirigentes de entidades estaduais e nacionais.

Fonte: ANFIP

Open chat
Fale conosco!
X