É ruim prorrogar estado de calamidade para pagar Renda Brasil, diz relator da LOA

O relator da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2021, o senador Márcio Bittar (MDB-AC), disse ser ruim estender o estado de calamidade pública – decretado pela pandemia do novo coronavírus – como forma de se autorizar o pagamento das despesas extras com o programa de distribuição de renda, Renda Brasil, em estudo pelo Executivo.
“A sociedade não está pronta para a gastança desenfreada. O Brasil tem muita coisa para cortar”, disse o senador, em entrevista à rádio CBN, que citou entre outros pontos a Reforma Administrativa e a revisão de supersalários.
Para a avaliação do senador, é fundamental que as propostas de reforma do Estado brasileiro pela austeridade fiscal estejam sendo aprovadas pelo Congresso Nacional.
 
Orçamento
 
Bittar avaliou a proposta do Executivo para o Orçamento de 2021 como “bastante conservadora” e disse que a sugestão “vem magra” porque o Brasil vive um momento delicado.
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Fale conosco!
X