Em continuidade à grande mobilização da manhã desta terça-feira (31), quando foi lançada no Congresso Nacional a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social (recorde aqui), à tarde ANFIP e Fundação ANFIP, em conjunto com dezenas de entidades, promoveram o seminário Desmistificando o deficit da Previdência no contexto da Seguridade Social. O vice-presidente de Assuntos da Seguridade Social da Associação, Décio Bruno Lopes, foi o primeiro palestrante, com o tema Convergência dos Regimes e a Previdência Social.

Inicialmente, Décio Lopes parabenizou o senador Paulo Paim (PT-RS) e o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), além dos outros parlamentares presentes, pela iniciativa de criar a Frente Parlamentar e pelo empenho nos trabalhos em defesa da Previdência Social pública. “A atuação dos parlamentares envolvidos foi de extrema importância para relançar um grupo de grande valia para a sociedade”, destacou.

Em seguida, o dirigente traçou uma linha do tempo dos regimes e das mudanças que aconteceram nas últimas décadas na Constituição Federal em relação à Previdência Social. Ele também detalhou os planos de benefício, aposentadorias e pensão por morte do Regime Próprio de Previdência (RPPS), bem como explicou o funcionamento do Regime Geral de Previdência Social (RGPS).

Em conclusão, o vice-presidente da ANFIP enfatizou a relevância da valorização dos trabalhadores por meio dos benefícios previdenciários e exigiu respeito ao modelo de Seguridade Social criado no Brasil. “A Previdência Social deve deixar de ser política de governo e se tornar política de Estado”, constatou.

Publicações

Durante o seminário, a ANFIP e a Fundação ANFIP, em parceria com as entidades, distribuíram as publicações Previdência Social – Contribuição ao Debate e Desmistificando o Deficit da Previdência – Propostas para uma Previdência Social Pública, Justa e Solidária, que ajudam a melhor analisar o sistema previdenciário brasileiro.

Fonte: ANFIP