Valor total do salário mínimo será de R$ 678.
Reajuste de 9% foi calculado de acordo com a inflação de 2011 e pelo PIB.

O salário mínimo vai aumentar em R$ 56 a partir de 1º de janeiro de 2013. O valor total vai ser de R$ 678. O reajuste de 9% foi calculado de acordo com a inflação de 2011 e também na variação do Produto Interno Bruto (PIB) dos anos de 2010 e 2011.

Quem depende do valor reclama do reajuste, considerado baixo.

Raimunda Borges trabalha como empregada doméstica há 28 anos e recebe R$ 628 por mês. E mesmo com o aumento, a quantia ainda não será suficiente para cobrir as despesas. “Acho pouco porque eu tenho três filhos pra criar, pago luz, água, sou eu que compro comida”, diz Raimunda Borges.

No Pará, 1.645.000 trabalhadores vão receber o novo mínimo. Para o economista Rosivaldo Batista, o valor do salário não é suficiente para o trabalhador, porque na prática o aumento será percebido já que os produtos sobem na mesma proporção.

“Na medida em que o salário mínimo sobe 9% e os outros produtos e bens de serviços aumentarem na mesma proporção, 9 ou 10%, [o reajuste] acaba tendo um efeito que anula esse processo”, diz o economista.

Nas ruas, os trabalhadores também reconhecem que o valor é baixo. “Pra gente que trabalha, contribui com o governo é pouco o salário”, diz Oliver Alencar, técnico em turismo.

“É um absurdo. Acho que nós que trabalhamos com carteira assinada deveríamos ganhar um pouco mais”, diz Ramon Pantoja, auxiliar de escritório.

“Acho que na faixa de R$ 800 já estaria melhor”, diz Reinaldo Torres, promotor de vendas.

FONTE:G1