Insatisfeitos com as mudanças na Previdência realizadas através da medida provisória 664, sancionada pela presidente Dilma Rousseff na forma da Lei nº 13 135, a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP) protocolou uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF). A ANFIP argumenta que a nova legislação, que altera benefícios como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte.

Fonte: ANFIP