O preço da gasolina vai subir no próximo ano, segundo anunciou ontem do ministro da Fazenda, Guido Mantega, em coletiva com a imprensa. Mesmo com o anúncio, o percentual da correção ainda não foi divulgado, assim como a data do reajuste.

 Para o ministro, o aumento não é surpresa para ninguém: “Certamente, haverá aumento em 2013. Não é nada excepcional isso. Neste ano, teve aumento. O preço vai subir”. Mantega, que também integra o Conselho de Administração da Petrobras, evitou demais comentários e afirma que a estatal vai informar o reajuste no momento certo. “Se soubesse, não diria porque mexe com o mercado”, explica.

 O último reajuste aconteceu no fim de junho: a gasolina teve aumento de 7,83%, e o diesel, de 3,94%. Os preços não foram repassados ao consumidor final pois o Ministério da Fazenda isentou a comercialização destes combustíveis da cobrança da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Porém, como a contribuição está zerada, reajustes agora vão pesar no bolso de quem compra.

FONTE: O DIA