Líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), disse que o falecimento da mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia, que teve morte cerebral confirmada nesta quinta-feira (2), se deve, em parte, a “toda a pressão que ela sofreu, que a família do presidente Lula vem sofrendo, a perseguição da Operação Lava Jato, a tentativa interminável de imputar crimes ao presidente, aos seus familiares. É evidente que isso levou a uma tensão que desaguou nesta situação”; parlamentar também destacou que Dona Marisa “não foi apenas uma primeira-dama, foi militante do PT, do povo brasileiro que participou nos últimos 40 anos de todas as lutas do povo brasileiro”

Fonte:  Brasil247.com