A proposta da reforma da Previdência que será enviada aoCongresso Nacional deverá contemplar também sugestões de governos estaduais. A intenção foi manifestada pelos governadores de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Alagoas, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e do Distrito Federal com o presidente Michel Temer na manhã desta quinta-feira em Brasília. Um novo encontro, na próxima quinta-feira, servirá para formatar as propostas.

– A situação da previdência pública também está se agravando nos Estados, e a nossa ideia é trabalhar junto com o governo federal, inclusive nos desgastes das decisões que precisam ser tomadas. Vamos ter uma nova reunião no dia 13 (próxima quinta-feira), de todos os governadores, para construirmos em conjunto uma proposta e, através da união com o governo federal, irmos ao Congresso para ter essas mudanças que são necessárias ao país – explicou o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, porta-voz dos administradores estaduais presentes no encontro.

A reunião desta manhã durou cerca de duas horas e meia. A discussão girou em torno da atual situação da previdência nos Estados, que, segundo os governadores, é muito grave. De acordo com Colombo, há encaminhamentos já sendo feitos pelo governo federal sobre a questão da reforma e a intenção é que os Estados se unam a isso.

– As previdências de todos os Estados estão entrando em colapso. O modelo está errado e precisa ser corrigido. A legislação, basicamente, é uma legislação federal, então, essa sintonia é fundamental para que a gente possa fazer a reforma que corrija o modelo e o sistema e que tenha força política para fazer essa mudança, que é fundamental para o futuro do país.

 Fonte:  dc.clicrbs.com.br