ANFIP, Mosap, Cobap, associações e sindicatos de servidores públicos e de trabalhadores da iniciativa privada deram continuidade hoje (24) ao planejamento das mobilizações nacionais em defesa dos idosos, dos trabalhadores da iniciativa privada e do serviço público e de todos os trabalhadores que se aposentarão no futuro. “Quando as pessoas e as entidades se unem, com certeza vai acontecer alguma coisa boa”, ressaltou a presidente da ANFIP, Margarida Lopes de Araújo, ao falar da iniciativa inédita de reunir todas as entidades em prol de objetivos comuns.

Intitulado de Movimento Unificado dos Idosos, dos Aposentados e Pensionistas do Serviço Público e do INSS, o grupo trabalhará intensamente para aprovar a PEC 555/2006 (extingue a cobrança da contribuição dos aposentados e pensionistas do serviço público) e o PL 4434/2008 (corrige as aposentadorias do INSS observado o número de salários da época da concessão). A aprovação das proposições integra uma das três bandeiras do grupo, que inclui ainda a valorização do idoso e a valorização dos trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada.

Após a reunião da Comissão Técnica, formada por ANFIP, Cobap, Mosap, Sinait, Sinal, Sindifisco e Sinpol-DF (criada na última reunião, lembre aqui), vários pontos foram definidos, entre eles:

– Mobilização na Câmara dos Deputados, em Brasília, no dia 5 de agosto: os procedimentos oficiais para liberação do espaço e movimentação das pessoas já estão sendo tomadas e todos os detalhes serão divulgados.

– Três mobilizações estaduais: Rio Grande do Sul (22 de agosto), São Paulo (28 de agosto) e Rio Grande do Norte (19 de setembro). O local de concentração, horários e demais informações também serão divulgados oportunamente. Além dessas localidades, o Movimento também apoiará uma mobilização que acontecerá no dia 16 de agosto no Rio de Janeiro.

– Produção, impressão e distribuição de um jornal com todas as informações importantes para que o país se mobilize na luta pelos direitos dos trabalhadores, dos servidores públicos, dos aposentados e dos pensionistas.

– Criação de uma página do Movimento nas redes sociais (facebook, twitter e instagram) a fim de congregar o maior número possível de pessoas na luta por melhorias na vida de todos os trabalhadores.

A ANFIP está engajada nesse projeto e acredita que essa união será de fundamental importância para que todos consigam avanços em seus direitos.

Fonte: ANFIP