Presidente jantou com 1 seleto ‘grupo do PIB’ em São Paulo

Terceirização: “Esqueça o projeto do Senado”, ouviu Temer

Presidente do BNDES, Maria Silvia foi criticada neste encontro

Sérgio Lima/Poder360 – 23.mar.2017

O presidente Michel Temer (PMDB) se encontrou na noite de 5ª feira (23.mar.2017) com 1 seleto grupo de empresários em São Paulo. Eles se mostraram dispostos a fazer o que for necessário para ajudar o governo no trabalho de convencimento da sociedade sobre reformas que tramitam no Congresso.

O jantar foi realizado na residência de Carlos Jereissati, do Shopping Iguatemi. Michel Temer chegou por volta de 21h. Antes dele já estavam lá o ministro Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Também participaram Luiz Carlos Trabuco (Bradesco), Beto Sicupira (InBev), João Moreira Salles (Itaú Unibanco), José Roberto Ermírio de Moraes (Votorantim) e Pedro Passos (Natura). Josué Gomes da Silva (Coteminas) tinha de fazer uma viagem e saiu antes do jantar.

Maia conversou com Beto Sicupira (InBev) sobre montar uma campanha a favor da reforma da Previdência. O uso de programas populares na TV foi uma das ideias cogitadas. Houve 1 consenso entre todos os presentes sobre o governo estar perdendo a batalha da comunicação a respeito da necessidade de mudar o sistema de aposentadorias.

“MARIA SILVIA NÃO ATENDE EMPRESÁRIOS”

A presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos Marques, foi criticada durante o jantar. Os empresários foram unânimes ao reclamar que o banco de fomento anda de maneira muito lento na análise de projetos num momento em que a economia precisa ser reativada.

Michel Temer ouviu relatos de empresários pedem audiência a Maria Silvia e são encaminhados para diretores do banco –que às vezes demoram semanas para marcar uma reunião.

TERCEIRIZAÇÃO: “ESQUEÇA O PROJETO DO SENADO”

O representante do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, fez uma exposição a respeito da lei aprovada pela Câmara nesta semana. Disse que vários itens do texto em tramitação no Senado anulam o que a Câmara acaba de aprovar, embora estejam sendo apresentados como complementares. “Disso eu não estava avisado”, reagiu Michel Temer. O consenso do encontro: é melhor enterrar o projeto em análise no Senado.

Não está claro como o governo reagirá nos próximos dias a respeito das críticas à lei de terceirização, que aguarda sanção por parte do presidente da República. O Poder360 apurou que a tendência maior, se a conjuntura permitir, é sancionar o texto que veio da Câmara e realmente esquecer o que continua tramitando no Senado –como desejam os empresários.

EM ALTA: FERNANDO BEZERRA COELHO FILHO

O ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, 33 anos, foi elogiado no jantar dos empresários com Temer.

EM BAIXA: MÍDIA E CARNE FRACA

O presidente e os empresários gastaram parte do encontro para criticar a forma como a mídia noticiou a operação Carne Fraca, que revelou irregularidades em alguns frigoríficos.

Fonte:http://www.poder360.com.br