A proposta que estabelece o negociado sobre o legislado está no Congresso Nacional.
O governo interino defende aposentadoria aos 65 anos e 70 anos para homens e mulheres, respectivamente.
A privatização do Pré-Sal avança no Congresso.
A terceirização da atividade fim e a regulamentação do trabalho escravo tramitam no Senado.  Sou o relator das duas propostas e sou contra.
O governo interino defende a desvinculação do salário-mínimo e das receitas da saúde e da educação.
A restrição do auxílio doença e da aposentadoria por invalidez está na MP 739\2016, editada pelo governo interino.
A defesa destas medidas consta no documento ‘Uma Ponte para o futuro’, do governo interino.
O governo interino acabou com o Ministério da Previdência e prepara uma reforma da Previdência.
Fonte: Senador Paulo Paim