O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), relator da reforma da Previdência - Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), relator da reforma da Previdência

 

 

O Senado conclui hoje a série de discussões da reforma da Previdência no plenário. Com isso, o relator da proposta, Tasso Jereissati (PSDB-CE), já pode emitir um parecer sobre as emendas que foram apresentadas após o texto sair da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O primeiro turno de votação está mantido para o próximo dia 24 e o segundo turno, para 10 de outubro.

Para que a proposta seja votada, são necessárias cinco sessões deliberativas de discussão. No calendário fechado por líderes partidários, esse prazo terminaria na quarta-feira, 18. As sessões de sexta e segunda-feira, no entanto, foram contabilizadas, acelerando a discussão para dar mais tempo ao relator analisar as emendas de plenário. Na quinta-feira, 19, a CCJ vai se reunir para ler o relatório de Jereissati sobre as emendas apresentadas. Até o momento, foram 77 sugestões de alterações na proposta depois que o texto chegou ao plenário.

Na quinta-feira, 19, a CCJ vai se reunir para ler o relatório de Jereissati sobre as emendas apresentadas. Até o momento, foram 77 sugestões de alterações na proposta depois que o texto chegou ao plenário. No dia 24, os senadores vão se reunir em uma sessão da CCJ pela manhã para votar o parecer do relator com a análise das emendas de plenário. À tarde, o plenário realiza a primeira votação da reforma.

 

 

Fonte:https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2019/09/16/com-votacao-no-dia-24-senado-conclui-nesta-segunda-feira-discussao-da-reforma.htm