Parlamentares da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) da Câmara dos Deputados, presentes no lançamento do livro “Previdência Social – Contribuição ao Debate” e da cartilha “Desmistificando o Deficit da Previdência Social”, defenderam por unanimidade o aprofundamento dos debates sobre a Previdência. A ANFIP, a Fundação ANFIP e a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social lançaram as publicações nesta terça-feira (23), durante reunião da CSSF.

A presidente da Comissão, deputada Conceição Sampaio (PP/AM), reforçou a importância dos números apresentados para o futuro da maior política de distribuição de renda do país, a Previdência Social. O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) também prestigiou o lançamento, assim como os vice-presidentes da ANFIP João Laércio Gagliardi Fernandes (Assuntos Parlamentares) e Miguel Arcanjo Simas Nôvo (Assuntos Fiscais).

O presidente da Entidade, Vilson Antonio Romero, lembrou que o estudo da Seguridade Social faz parte da história da ANFIP. “Trazemos essa contribuição ao Congresso Nacional num momento em que, tão logo se resolvam as questões políticas em tramitação na Casa, teremos uma proposta de reforma perniciosa ao cidadão brasileiro, tanto para o trabalhador do campo e da cidade, quanto para os servidores públicos”, alertou. Segundo o presidente, o debate será árduo, mas os estudos apresentam elementos fundamentais para o debate. “A ANFIP se sente honrada de contribuir para esta discussão”, frisou.

Os deputados Angela Albino (PCdoB/SC), Flávia Morais (PDT/GO), Heitor Schuch (PSB/RS), Adelmo Leão (PT/MG), Zenaide Maia (PR/RN) e Odorico Monteiro (Pros/CE) foram unânimes em defender o debate aprofundado do tema e parabenizaram a ANFIP pelos estudos desenvolvidos ao longo dos anos sobre a Seguridade Social.

Para a ANFIP, o fato de todos os parlamentares que usaram da palavra na Comissão defenderem a Previdência faz com que a sociedade tenha esperança na defesa de seus direitos e conquistas. Segundo a Entidade, é preciso também rever o sistema tributário no Brasil, onde 45,8% do orçamento da União são gastos anualmente com juros da dívida.

As publicações já estão disponíveis no espaço “livros” da página da ANFIP, confira aqui a publicação Previdência Social – Contribuição ao Debate e aqui a cartilha Desmistificando o Deficit da Previdência Social. Os dois materiais também podem ser obtidos junto às mais de 80 entidades participantes da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social.

Fonte: ANFIP