dúvida do leitor

O leitor Lucas Costa envia a seguinte dúvida ao Gramatigalhas:

“Com as alterações na maneira de grafar as palavras, como devo escrever: bom-senso ou bom senso?”

envie sua dúvida

1) Um leitor indaga qual a forma correta de escrever: bom-senso ou bom senso?

2) É sempre bom lembrar que o órgão encarregado de definir oficialmente o modo de grafar as palavras em nosso idioma é a Academia Brasileira de Letras, e ela exerce essa autoridade por via da edição do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa.

3) E uma consulta à última edição do VOLP, já posterior ao Acordo Ortográfico de 2008, revela que nele se registra, como modo correto de escrever, a forma bom-senso (ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS, 2009, p. 126).

4) Acrescenta-se que, em mesmo local, se registram outras palavras com a mesma razão de emprego do hífen: bom-bocado, bom-moço e bom-tom.

5) Uma última observação é importante e se faz necessária: como o VOLP (editado que é pela ALB) é a palavra oficial em termos de grafia das palavras em nosso idioma, é a ele que devemos prestar obediência, de modo que a solução, na dúvida, é consultá-lo.

  • Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

Fonte:  Migalhas