Em 2009, foram arrecadados R$ 392,3 bilhões em contribuições sociais e outras receitas próprias do Orçamento da Seguridade Social. Tudo poderia ser considerado dentro dos parâmetros normais de arrecadação, se não fosse o fato de que houve uma influência direta da crise financeira mundial de 2008. Na Análise da Seguridade Social em 2009, a ANFIP analisa não só os efeitos da crise na arrecadação, como também outros fatores que influenciaram as contas do sistema.

Baixar arquivo.